Notícias

27 de July de 2015

Rondônia registrou 425 notificações de violação contra menores de idade

Exploração de crianças e adolescentes foi discutida durante seminário

Exploração de crianças e adolescentes foi discutida durante seminário

Conscientizar profissionais do trade turístico de que a exploração sexual de crianças e adolescentes é crime tem sido um dos papeis do Ministério do Turismo e aliados nos Estados. Com esta missão a Superintendência de Turismo de Rondônia (Setur) e o coordenador geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo (MTur), Adelino Neto, reuniram diversos segmentos profissionais no auditório do Palácio Presidente Vargas na tarde de sexta-feira (24) para algumas discussões.

O Estado registrou de janeiro a julho 53 denúncias de exploração sexual de crianças e adolescentes, o que para o técnico do MTur é um número que tem tudo para não corresponder a realidade. “É muito pouco”. Segundo ele, a incidência de abuso sexual de crianças e adolescentes é muito grande e ele destaca o fato da proximidade com fronteiras e divisas entre estados, o que corrobora para crescimento da incidência, mas ele também lembra que a denúncia não faz parte do dia a dia da população.

No ano passado foram 425 notificações de violações contra crianças e adolescentes em todo o Estado, passando por todo tipo de ocorrência de abuso e exploração de crianças e adolescentes. Os dados são do próprio “disque 100”. “Rondônia é um dos estados que menos denuncia”, alertou Adelino Neto. Ele anunciou que está sendo desenvolvido um aplicativo para celulares para fortalecer as denúncias com envio de imagens para o “disque 100”.

A cartilha do projeto de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo, distribuída a todos, aborda hipoteticamente a ocorrência de alguns casos que chamam profissionais de bares, restaurantes, hotéis, pousadas, guias turísticos, taxistas e até simples observadores para uma reflexão sobre as atitudes a serem tomadas . A recomendação é a denúncia através do “disque 100”, serviço ligado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República com funcionamento 24 horas.

Para o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Rondônia, Ananias Frota, a entidade tem sempre procurado instruir seus associados a não permitirem a prática da exploração sexual de menores em seus estabelecimentos, inclusive alertando funcionários para que não facilitem o acesso de menores que não sejam hospedes.

No trabalho em parceria com o MTur, o superintendente do Turismo, Júlio Olivar diz que há uma preocupação do governo do Estado em expandir o turismo em Rondônia não somente na capital, mas em todo o Estado e que já tem sido dada uma atenção especial quanto a prática da exploração sexual no turismo.

Para ele, as 53 denúncias existentes no dique 100 este ano, são expressivas e entende que é preciso voltar mais e mais atenção para o setor, a fim de coibir qualquer prática de exploração sexual do menor, especialmente no turismo. Segundo Olivar, ações como o do seminário já são formas do governo agir, quando busca sensibilizar e conscientizar profissionais do trade de estarem atentos. Olivar anunciou que a partir de setembro a Setur vai manter no Porto Velho Shopping um espaço dedicado a divulgação do turismo e de orientações no Serviço de Atendimento ao Turista.

Categorias

Assistência Social, Brasil, Evento, Governo, Inclusão Social, Rondônia, Serviço, Sociedade, Turismo

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 87

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 90