Notícias

17 de November de 2015

Parceria do governo com a iniciativa privada estimula turismo em Rondônia

Ouro Preto - praça central

Município de Ouro Preto do Oeste

A implementação do turismo rondoniense através do Conselho Estadual do Turismo de Rondônia (Conetur) começou com o primeiro projeto piloto de Ouro Preto do Oeste, conforme o presidente da Federação do Comércio de Rondônia (Fecomércio-RO) e do Conetur, Ranieri Coelho. Ele defende que o segredo para o desenvolvimento do turismo no estado está na parceria de órgãos da iniciativa privada com o governo.

Ouro Preto foi escolhida plano piloto do polo turístico de Rondônia por ter uma situação turística mais organizada. Em outubro promoveu uma audiência pública na qual discutiu a implantação da estância turística do município, que já estava aprovada em lei desde 2012 (Lei Complementar nº. 664/12). A regulamentação por lei possibilita a captação de recursos junto à União e ao estado para o desenvolvimento do turismo. Por enquanto, a cidade é a única detentora desse título em Rondônia, o que lhe possibilita atrair novos negócios no setor turístico.

O município também promoveu a capacitação de profissionais de restaurantes que atuam na estância turística, como cozinheiros e garçons, treinamento que foi concluído na primeira semana de novembro. “Ouro Preto possui um potencial turístico incrível, mas ainda inexplorado”, ressaltou Ranieri Coelho, destacando o morro Chico Mendes, onde esportistas de todo o estado praticam saltos de parapente; o Vale das Cachoeiras, a Fazendinha e o Hotel Graúna.

Segundo ele, todos os municípios podem participar, mas é necessário que já exista uma organização mínima em cada um, inclusive com bom relacionamento entre poder público e iniciativa privada para que o trabalho em conjunto possa funcionar.

“O Governo de Rondônia tem sido parceiro nestas ações e tem, inclusive, assento no Conetur, por meio da Superintendência de Turismo (Setur), porque o interesse do desenvolvimento do potencial turístico não é apenas da iniciativa privada, mas também do poder público”, salientou o presidente da Fecomércio e do Conetur.

Raniery Coelho, presidente da Fecomércio de Rondônia

Raniery Coelho, presidente da Fecomércio de Rondônia

Raniere Coelho destacou que uma das medidas do governo, já em vigor, foi a redução da alíquota do querosene e da gasolina para a aviação, que agora tem o ICMS calculado à base de 4%. A redução da alíquota do combustível de aeronaves, para Raniere, não significa queda na arrecadação, mas incentivo às empresas aéreas que operam no estado a abastecerem suas aeronaves aqui, proporcionando outros benefícios ao consumidor, como a redução no valor das passagens e a inclusão de cidades do interior na rota das companhias, como Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena, com voos regulares.

O governador Confúcio Moura já solicitou à Receita Federal, por meio do secretário Jorge Rachid, a aceleração do processo de alfandegamento do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira, de Porto Velho, o que pode acontecer, de acordo com Rachid, tão logo os voos internacionais comecem a ser operacionalizados na Capital rondoniense.

Além da Fecomércio e do Governo do Estado estão nesta parceria outras 50 instituições, entre elas o Sesc, Senac, Sebrae, Federação das Indústrias, Iphan, Associação Brasileira de Agentes de Viagem, Associação dos Prefeitos de Rondônia,  Sindicato das Empresas de Turismo e Sindicato dos Hotéis.

O Conselho ainda está se preparando para uma nova reunião na próxima segunda-feira (23).

Saiba mais:

Categorias

Brasil, Capacitação, Cursos, Economia, Empresas, Governo, Infraestrutura, Turismo

Tags

Fecomércio incentivo Ouro Preto do Oeste projeto piloto Turismo

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 87

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 90