Notícias

05 de May de 2015

Governo de Rondônia vai retomar curso de mediação de conflitos

Reunião com secretários e representantes

Reunião tratou da participação de Rondônia em formação de profissionais em mediação de conflitos

O governo de Rondônia quer retomar o curso de especialização em mediação policial para solução de conflitos, ainda este ano e junto com a retomada do curso, pretende também realizar o primeiro congresso latino-americano de mediação.

As propostas foram discutidas em reunião realizada na segunda-feira (4) a tarde no gabinete da vice-governadoria, envolvendo o vice-governador Daniel Pereira, os secretários  da Segurança, Defesa e Cidadania, Antônio Carlos dos Reis, e o adjunto, Adilson Pinheiro; o adjunto de Justiça, João Bosco Costa; o sub-defensor geral, Marcus Edson de Lima, o representante do Ministério Público, Gabriel Clemente Barbosa e coordenador técnico legislativo, Helder Rister, que é o responsável pelo primeiro projeto de mediação de Rondônia.

O senador Valdir Raupp, participou rapidamente da reunião, elogiou o projeto e declarou  o apoio necessário para a realização do curso e do congresso.  “Ano passado o curso teve dois módulos, mas precisou ser suspenso”, explicou Helder. Segundo ele, o governador Confúcio Moura orientou que não só fosse retomado o curso, como também aprovou a realização  congresso.

Para o vice-governador, responsável por conduzir as articulações dentro do Executivo até o fechamento dos dois eventos, o projeto é de grande valor. “O curso é muito bom e já está apresentando seus primeiros resultados, com a ação de mediadores formados no ano passado na Espanha e que conduziram muito bem a desocupação de imóveis na capital – referindo-se a imóveis localizados no bairro Nova Floresta – sem que se registrasse nenhum tipo de violência e estão fazendo o mesmo com a desocupação da área destinada a construção da Estação de Tratamento de Esgoto da Zona Sul”. O Executivo terá uma reserva de 20 vagas, destacou Helder  Rister, o Ministério Público,  o Judiciário e a Defensoria Pública também terão vagas reservadas no curso.

“O objetivo desta reunião é sairmos daqui já com um cronograma de ações para viabilizar o curso ainda este ano”, quanto ao congresso, o vice-governador destacou que Rondônia pode torna-se uma referência nacional, não só por já ter experimentado bons resultados da mediação de conflitos, como pela iniciativa de realizar o primeiro congresso latino-americano sobre a matéria.

OBJETIVOS

A mediação de conflitos visa  conhecer a filosofia da mediação em relação à cultura de paz e o fortalecimento social; difundir a mediação como estratégia de saúde social; promover o desenvolvimento de novos mecanismos de participação social; transformar profissionais de nível superior das mais diversas carreiras e datar-lhes formação e ferramentas necessárias para que se comprometam com a cultura de paz, formando-os mediadores e gestores de conflitos; criar uma consciência de pacificação social; comprometer-se com a cultura de paz; incentivar o diálogo e a cooperação nas relações humanas; incorporar ferramentas de mediação para a construção da paz; identificar áreas de intervenção e o papel do mediador das distintas áreas da mediação, bem como de novos contextos de aplicação de métodos de resolução de conflitos; planejar estratégias de intervenção em rede e  preparar profissionais aptos para atuarem em todo o Estado.

Categorias

Brasil, Evento, Governo, Inclusão Social, Justiça, Polícia, Rondônia

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 87

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 90