Notícias

16 de January de 2015

Confúcio anuncia repasses milionários para escolas

diretores10

Confúcio Moura: “É a festa da democracia”

Pagamento do terço de férias na folha de janeiro, no próximo dia 23; liberação de R$ 4 milhões para custear licenças em pecúnia para servidores com laudos médicos; liberação de R$ 11 milhões referentes à quarta parcela do Programa de Apoio Financeiro (Proafi) e destinação de R$ 2 milhões do Programa de Apoio Pedagógico (Profip) e do Programa de Merenda Escolar (PME).

De uma só vez, as quatro notícias alvissareiras foram transmitidas ontem (15)  pelo governador Confúcio Moura aos profissionais da educação em Rondônia. “As escolas iniciarão o ano letivo com recursos em caixa para atender a demanda de cada comunidade”, ele disse. O governador prestigiou a solenidade de posse de diretores e vices de escolas de Porto Velho, Candeias do Jamari e Itapuã do Oeste, no auditório da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) em Porto Velho.

“É a festa da democracia”, proclamou o governador. “Mais uma vez está sendo confirmado o desejo da comunidade escolar – ensino médio e fundamental – com a promoção do professor, do aluno e da comunidade  através da gestão democrática, uma prática iniciada em 2011 com a primeira eleição para diretores e vice nas escolas da rede estadual”, destacou.

Também prestigiaram o evento: o vice-governador Daniel Pereira, a secretária de Educação Fátima Gavioli, a coordenadora regional Irani Moraes, a reitora da Unir Berenice Tourinho, o vice-presidente do Conselho Estadual de Educação Valter Ricolato, os deputados Léo Moraes e Maurão de Carvalho, a vereadora Ana Maria Negreiros, entre outras autoridades, professores, funcionários, pais de alunos  e familiares dos eleitos.

Humanização

Confúcio comparou escolas a pequenos municípios: “Elas  reúnem populações superiores a dois mil, três e quatro mil alunos, e as equipes merecem todo o cuidado”, discursou. Reiterou a defesa da humanização das escolas, melhorando-as não apenas com recursos humanos, mas com arborização e paisagismo.

Mostrou-se preocupado em relação aos mais de  cinco mil profissionais da educação, entre eles 3,8 mil professores  que estão em casa aguardando aposentadoria e permanecem na folha de servidores ativos. “Os custos desses servidores impedem a contratação de outros para ocuparem postos de trabalho com defasagem de pessoal”. Será feito um grande mutirão para que a situação dos servidores seja regularizada.

diretores06

Cultura da paz irá de Porto Velho ao Interior

Cultura da paz

Outro plano diz respeito à criação de nova mentalidade nas escolas, a partir do desenvolvimento do projeto de cultura da paz. Isso conforme o governador, ocorreria com o funcionamento da mediação dos  conflitos. “Nosso desejo é iniciar esse projeto em Porto Velho e estendê-lo para todo o Estado”, disse.

O governador raciocina que, reduzindo a incivilidade  e encorajando professores a desempenharem de fato o papel de educadores, será possível trazer a compreensão aos alunos. “Assim evitamos que eles quebrem vidraças, destruam o patrimônio escolar, danifiquem veículos de professores, pichem paredes e pratiquem outros malefícios que só causam prejuízos”, justificou.

VERGONHA DOS PÉS DESCALÇOS

“A desigualdade ofende  muito o ser humano e a escola é um lugar de igualdade”, enfatizou Confúcio. Ele recomendou aos diretores que esteja atentos às necessidades materiais dos estudantes. “Quando você ver um aluno escondendo os pés debaixo da carteira envergonhado  pela sandália, compre para ele um par de sapato ou de tênis e preste contas”.

Para a secretária Fátima Gavioli, a posse de diretores e vices teve o sabor de formatura. “É um privilégio participar deste evento”, disse. Fátima mencionou o trabalho da professora Elizabete Siqueira, coordenadora do Projeto Gestão Pública em 479 escolas.

Lembrou que a professora apresentou a legislação educacional, possibilitando aos professores a participação na construção da gestão democrática. “Só neste mês, o governador já se reuniu duas vezes com técnicos da Seduc. Gostaríamos muito que ele esteja conosco pelo menos uma vez no mês”, apelou.

∎ Leia também
Governador pede máximo empenho da Seduc na abertura do ano letivo

Categorias

Economia, Educação, Evento, Governo, Sem categoria, Sociedade

Tags

benefícios dinheiro publico diretores e vices Eduacação Ensino ensino fundamental Ensino Médio erario escolas escolas publicas escolas rondonienses governo Governo de Rondônia MEC merenda escolar pagamentos pecunia Professores profissionais da educaçao programas educacionais recursos rede de educacao rede educacional rondonia salários

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 87

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 90