Notícias

10 de September de 2015

Caerd investe em serviços e no combate a furtos e fraudes que geram prejuízos mensais estimados em R$ 3 milhões

Ligação Clandestina de Usuario da caerd  fotos de Ésio mendes  (13)

Fiscalização pretende coibir fraude no sistema de água tratada

O furto de água tratada está causando à Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd) prejuízo mensal de pelo menos R$ 3 milhões, segundo estimativas da presidente da estatal, Iacira Azamor. Ela confirmou que a empresa vai continuar com a operação caça fraudes, iniciada há alguns dias, e que a meta é levar o consumidor a compreender que assim como ele paga a conta de energia elétrica para ter luz em casa, precisa também pagar a água consumida para que a Caerd continue enviando o produto tratado à sua torneira.

A ação tem continuidade esta semana nos bairros que circundam o Centro e deverá se expandir por toda a cidade.  A empresa vai agir nos 42 municípios onde presta serviços. De acordo com a presidente, já passou da hora de combater a fraude e a inadimplência na empresa, que tem perdido em torno de 40% da sua produção. Para a realização deste trabalho, a Caerd fez parceria com a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), que tem colocado à disposição policiais civis e militares. A empresa também conta com a participação de reeducandos, cedidos pela Secretaria de Justiça (Sejus), além  de servidores que estão atuando em ritmo de mutirão.

Até o dia 31 de agosto, a empresa desencadeou uma campanha de regularização de débitos concedendo isenção de multa e de juros a quem efetuasse o pagamento das dívidas em atraso, inclusive com  a possibilidade de parcelamento em até 60 meses, dependendo do valor da dívida. A empresa continua negociando as dívidas atrasadas, mas agora a proposta é a isenção de juros e multas com pagamento a vista ou o parcelamento total da dívida. No caso das fraudes, o consumidor envolvido terá que regularizar a ligação e efetuar os pagamentos.

OBRAS DO PAC

A Caerd está trabalhando em três contratos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para melhoria no atendimento de água tratada para a populações de Porto Velho, incluindo os distritos de Jacy-Paraná, Nova Califórnia, Vista Alegre do  Abunã  e União Bandeirantes. Com a execução desses projetos, a empresa atinge 100% do fornecimento de água tratada para a Capital. São R$ 144 milhões que envolvem ações desde a captação até a entrega da água na residência do consumidor final.

CAERD_ASSUNTO_SOBRE_CONTRATOS_E_SERVIÇOS_08092015_FOTOS_MAICONLEMES-15

Área destinada ao Esgotamento Sul

A construção da Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário – Sistema Sul -, que atenderá a 43 bairros da Capital, deverá ter  o projeto básico concluído até maio de 2016, prazo concedido ao consórcio construtor. A obra avaliada em R$ 484 milhões deveria sanar 100% do esgoto sanitário de Porto Velho, que aos 100 anos conta com apenas 2% de rede de esgoto. Mas  em função de inúmeras demandas ocorridas ao longo do tempo, vai atender menos de 50% da cidade. A finalização está prevista para o prazo de cinco anos.

Em Jaru, a Caerd continua com obras de água e esgoto em andamento. Para este segundo semestre, a empresa dispõe de R$ 49 milhões, recursos do PAC- 2, com contrapartida do governo estadual no valor de R$ 11 milhões. As lagoas de estabilização da Estação de Tratamento de Esgoto serão construídas na zona rural do município. Em Ji-Paraná, as obras referentes  ao fornecimento de água tratada é de 50 milhões, e esgotos de R$ 179 milhões. “Todos os recursos já foram aprovados pela Caixa Econômica Federal (CEF) e pelo Ministério das Cidades”, esclareceu Iacira.

Ao todo, são R$ 1,2 bilhão de recursos sendo investidos na melhoria da  água e esgoto em Rondônia. “A visão do governador Confúcio Moura é de que o saneamento básico precisa ser olhado com muita atenção, porque é muito sério, e a Caerd tem sido o instrumento para a realização de obras visando melhorias no sistema”, destacou a presidente da Caerd, salientando também que há grande preocupação com a recuperação da saúde financeira da empresa, que precisa estar  bem para oferecer serviços de qualidade à população.

Categorias

Água, Brasil, Ecologia, Economia, Empresas, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Polícia, Rondônia, Saneamento, Saúde, Serviço, Sociedade

Tags

caerd Investimento em água e esgoto

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 87

Notice: Trying to access array offset on value of type bool in /var/www/vhosts/iperon.ro.gov.br/httpdocs/wp-content/themes/portal-iperon/single.php on line 90